sobre-josi-guimaraes

Olá!

Existe coisa mais difícil que falar da gente mesmo?

Mas… se você veio até aqui é porque quer saber um pouquinho mais sobre mim, então eu vou te contar!

 

Muito prazer,

Eu sou a Josi Guimarães, mas pode me chamar de Jojô!

Sou a fotógrafa e idealizadora por trás do Na Minha Lente – Fotografia, porém desejo ser mais que uma fotógrafa!

Às vezes imagino que sou uma contadora de histórias; outras, uma diretora de momentos e ouso até dizer que gosto mesmo é de poetizar por meio de imagens.

Minha história com a fotografia começou recentemente, mas ela é muito mais antiga que minha Sony Cyber Shot. Coisas que acontecem na nossa vida e não damos muita atenção, até que um dia…

Sou designer de formação, passei pelo marketing até chegar na fotografia e resolver empreender na área. Criei o Na Minha Lente pouco tempo depois de comprar minha máquina e sair por aí fotografando eventos dos amigos, gestação das amigas, meu próprio sobrinho e a cidade. O espaço na internet foi apenas um modo que encontrei para compartilhar minhas imagens sem precisar publicar nas mídias sociais, mas, quando vi, já estava fazendo cartão de visitas e criando uma logomarca.

Essa coisa da vida dizer ‘vem por aqui’ é arrepiante! Vocês não acham?

De lá para cá, foram muitos aniversários, ensaios e, quem diria, até casamentos!

Muita gratidão envolvida, suspiros, surpresas e carinho!

Tenho orgulho da construção de tudo isso, pois ser reconhecida hoje em dia não é fácil, mas o orgulho maior é poder viver de tudo isso cada vez mais!

 

Quer bater um papo, falar um oi, saber mais sobre mim e meu trabalho? Envie um e-mail para josi@naminhalente.com que responderei com carinho! <3

 

Para conhecer um pouquinho mais sobre mim e outros projetos:
@josiguimaraes
Apto 1406

“Quando eu nasci a Josi tinha onze anos, por isso é engraçado pensar que a primeira lembrança que tenho dela é de antes disso. A memória é de um momento que não vivi, mas se tornou parte da minha vida de tanto ouvir minha mãe contar. A história é a seguinte, uma vez minha mãe levou a pequena Josi, sua sobrinha, para visitar uma exposição de arte. Durante o passeio, a guia que as acompanhava pelo museu indicou uma das obras e perguntou às pessoas do grupo o que elas estavam vendo ali. Foi aí que aquela menininha de uns sete anos começou a descrever a peça de um jeito inteligente e maduro, interpretando cada detalhe e tentando desvendar as intenções do artista. Reza a lenda que a guia ficou boquiaberta.
Esse foi apenas um entre os tantos episódios em que a Josi mostrou que ela vê diferente da maioria de nós. Ela enxerga arte onde ninguém enxerga, percebe beleza onde ninguém mais percebe. Faz uma calçada desgastada parecer um quebra-cabeça antigo e transforma um emaranhado de fios elétricos em um colar de contas. Ela é o ponto de encontro entre a loucura cinza de São Paulo e a leveza de um jardim florido. Ela inventa graça onde não há.”  
Beatriz Guimarães, irmã e estudante de jornalismo
“A Josi é definitivamente a fotógrafa da minha família, desde antes de ela saber disso. Despretenciosamente pegou a câmera na mão e fez os mais lindos registros do meu chá de bebê, antes mesmo de se aprofundar na arte de fotografar. Pouco mais de um ano depois estava eternizando o primeiro aniversário da Alice, minha bebê. E dali partimos para o segundo, o terceiro, o ensaio família, o ensaio da minha mãe… E não pretendo parar. Porque a Josi capta mais do que as pessoas e a decoração. Ela capta a emoção. Tenho fotos feitas por ela que me fazem marejar cada vez que olho, como o abraço apertado no reencontro com minha melhor amiga que mora em outro país, ou o beijo roubado da minha filha no amiguinho de escola que ela adora, e até mesmo olhares cúmplices entre eu e meu marido. A Josi enxerga aquilo que nós mesmos muitas vezes deixamos passar. Eu desejo tê-la ao meu lado para sempre, eternizando os momentos mais marcantes da minha família sempre que possível”.
Thiara Ney, amiga-parceira-cliente, proprietária do Estúdio Tuty e mãe da Alice
“A Josi é definitivamente a fotógrafa da minha família, desde antes de ela saber disso. Despretenciosamente pegou a câmera na mão e fez os mais lindos registros do meu chá de bebê, antes mesmo de se aprofundar na arte de fotografar. Pouco mais de um ano depois estava eternizando o primeiro aniversário da Alice, minha bebê. E dali partimos para o segundo, o terceiro, o ensaio família, o ensaio da minha mãe… E não pretendo parar. Porque a Josi capta mais do que as pessoas e a decoração. Ela capta a emoção. Tenho fotos feitas por ela que me fazem marejar cada vez que olho, como o abraço apertado no reencontro com minha melhor amiga que mora em outro país, ou o beijo roubado da minha filha no amiguinho de escola que ela adora, e até mesmo olhares cúmplices entre eu e meu marido. A Josi enxerga aquilo que nós mesmos muitas vezes deixamos passar. Eu desejo tê-la ao meu lado para sempre, eternizando os momentos mais marcantes da minha família sempre que possível”.
Juliana Gregolin, amiga-futura cliente, professora, lutadora de kung fu e eterna estudante de Letras